Depois de umas férias prolongadas, estou de volta com uma tarefa que é umas das mais simples, porém tem potencial para ser bastante perigosa. Para trocar um bujão, você só precisa de duas ferramentas: uma manopla desrosqueadora e uma esponja com sabão.

Primeiro você tem que certificar-se que todas as bocas do fogão estão fechadas, assim como a válvula de passagem de gás, que fica junto ao botijão. Em seguida, a borboleta deve ser desrosqueada no sentido anti-horário.Se não conseguir com as mãos, utilize a manopla. Nesse momento é normal que haja uma liberação repentina de gás para a atmosfera, por isso é que não se deve permitir chamas ou outras fontes de calor próximas ao local da troca.

Acessórios de um botijão de gás

Para instalar o novo bujão, primeiro retira-se o seu lacre, que pode ser só um filme plástico, como também uma rosca fechando a abertura, que deve ser desrosqueada utilizando o próprio corpo do lacre, que se destaca e possui uma protuberância que se encaixa na fenda da rosca do lacre. Uma vez removido o lacre, o regulador de pressão deve ser posicionado verticalmente na abertura e a borboleta deve ser girada em sentido horário (vendo de cima para baixo) com as mãos. Se o regulador não estiver bem em pezinho, a rosca entrará enviezada e o dispositivo não chegará até o fim, ocasionando vazamentos. Se for forçada, nesta posição, a rosca poderá ser danificada, botando a perder tanto o seu regulador de pressão quanto o próprio botijão. Apertando corretamente, você ouvirá o barulho característico de gás quando a válvula interna do botijão for aberta. Aperte até o fim apenas com as mãos, pois uma ferramente mal utilizada neste momento poderá quebrar a borboleta ou danificar a rosca.

Para verificar se não existe vazamento, você deve por bastante espuma com uma esponja ensaboada cobrindo todos os pontos passíveis de liberação de gás, principalmente na interface com o furo do botijão. Se você vir o aparecimento de bolhas crescendo e explodindo (bem maiores que as bolhas já existente na espuma) é sinal de que há vazamento. Dependendo da origem, você deve tentar apertar mais um pouco a borboleta (sem exagero) ou então substituir o regulador de pressão. Um outro ponto de vazamento pode surgir na interface da mangueira com o regulador, que é fechada com a ajuda de uma abraçadeira metálica, que normalmente é apertada com uma chave de fenda. Um arrocho na abraçadeira pode eliminar o vazamento.

Espuma para verificar vazamento no botijão de gás

Espuma para verificar vazamento no botijão de gás

Trocando tudo

Tanto a mangueira, quanto o regulador de pressão de gás são elementos certificados pelo Inmetro e possuem prazo de validade de 5 anos, ou seja, tudo têm que ser trocado periodicamento por componentes novos. Essa troca também é bastante simples, utilizando como ferramente a mais apenas uma chave de fenda para ser utilizada na remoção das abraçadeiras metálicas.

De maneira geral existe a entrada de gás na saída do fogão, que se conecta à mangueira através de uma abraçadeira, que também se conecta ao regulador de pressão de gás por outra abraçadeira, que é rosqueado ao botijão.

Em qualquer loja de ferragens podem ser obtidos tanto a mangueira quanto o regulador (ou registro). As abraçadeiras, se não estiverem enferrujadas ou com algum dano aparente, podem ser ser reaproveitadas sem risco algum. Lembre-se de verificar o selo do Inmetro e o prazo de validade antes de comprar.

A tarefa, como já dito, é simples: desrosqueia o regulador do botijão como já explicado antes e com a chave de fenda, solta-se a abraçadeira da entrada de gás do fogão e do regulador. Depois de soltas as abraçadeiras, é preciso um pouquinho de foça e movimentos circulares para arrancar a mangueira tanto do fogão quanto do regulador, já que estes possuem protuberâncias para evitar o vazamento de gás. Nesse momento é comum acertar o cotovelo na parede ou no rosto de algum sobrinho curioso. Faz parte do serviço.

Conexão da mangueira com o fogão

Conexão da mangueira com o fogão

Para colocar os componentes novos você faz a mesma coisa de trás pra frente, mas lembre-se de colocar primeiro as abraçadeiras envolvendo a mangueira antes de conectá-la ao fogão e ao regulador. Isso pode ajudá-lo a economizar alguns minutos do serviço. Ao conectar as extremidades da mangueira, certifique-se de introduzi-la até o fim, cobrindo todas as protuberâncias para que não haja risco de vazamento. Posicione as abraçadeiras no meio do conector protuberante (nem muito pra dentro nem muito pra fora para não se soltar) e aperte com a chave de fenda, fazendo isso nas duas extremidades.

Pronto, agora é só conectar o regulador ao bujão do mesmo jeito que já foi explicado antes, lembrando-se de certificar-se do vazamento em todos os pontos mexidos dessa vez. Tanto no lado do botijão, quanto na entrada de gás, na trazeira do fogão.

Segurança

Gás é um negócio muito perigoso, por isso todo o cuidado e seriedade deve ser aplicado nesse tipo de tarefa, que envolve riscos de incêndio, intoxicação e cotoveladas no rosto. Como eu já disse, não permita fontes de calor próximas ao local da troca. É uma prática altamente recomendável instalar o botijão fora da cozinha, através de um furo na parede, de modo que ele fique ao ar livre, mas abrigado do tempo em uma casinha.

Em caso de vazamento de grandes proporções mande alguém chamar os bombeiros,  tente levar o botijão para um local arejado, como o quintal, por exemplo, e retire todos da casa. Não ligue nem desligue nenhum equipamento elétrico, inclusive lâmpadas, pois isso pode ocasionar pequenos arcos elétricos, que não combinam com gás.

Pós-post

O pessoal pediu nos comentários e eu atendi:

A tal manopla (ou chave de bujão)

A tal manopla (ou chave de bujão)

Ela encaixa na borboleta assim

Ela encaixa na borboleta assim